Resenha | Todo Dia

Olá!

Esse post faz parte das minhas LEITURAS DE JUNHO 2018.

IMG_1765

Continue lendo para conferir a RESENHA COMPLETA!


TODO DIA – David Levithan

Título original: EVERY DAY, 2012.  

Versão lida: Em INGLÊS, Editora EMBER, 2012.

O autor

david-levithan-autor-livros-todo-dia-adaptacao-filme

David Levithan é autor de aclamados romances direcionados ao público infanto-juvenil, incluindo vários escritos em colaboração. Alguns deles se tornaram filmes para o cinema, incluindo Nick & Norah – Uma Noite de Amor e Música, e Naomi & Ely e a Lista do Não Beijo. 

Seu trabalho é consistente e já recebeu várias honrarias, incluindo o título de autor best-seller do New York Times. David vive em Hoboken, New Jersey – EUA, onde trabalha editando e publicando livros.

O livro

Todo dia um corpo diferente.

Todo dia uma vida diferente.

Todo dia amando a mesma garota. 

Todos os dias, “A” acorda no corpo de uma pessoa diferente.

Tem sido assim durante todos os 16 anos de sua vida. A acorda, olha ao redor para entender de quem é a vida que habitará naquele dia, recorre as memórias da pessoa para navegar pelas tarefas e conversas, tentando interferir o mínimo possível, e à meia-noite, acontece tudo de novo.

Ao longo dos anos A aprendeu que não há motivos para se apegar a ninguém, e nem tentar mudar a vida de ninguém. A está apenas de passagem, e prefere não sofrer por causa disso, afinal, não há como escapar. 

Em seu entendimento, A é a única pessoa que tem que viver assim, por isso sua condição é além de tudo, um grande segredo. Cada dia no corpo de alguém de sua mesma idade, vivendo na mesma região da pessoa anterior, não importa se é garoto ou garota, magro ou gordo, rico ou pobre, de família amável ou completamente indiferente. É sempre uma pessoa diferente, nunca a mesma pessoa duas vezes, nunca por mais do que um dia. 

Até que A acorda no corpo de Justin, e ao navegar por seu dia na escola, conhece e se apaixona completamente por Rhiannon, a namorada de Justin. Sabendo que eles tem apenas um dia juntos antes que o verdadeiro Justin volte no dia seguinte, A resolve quebrar todas as suas regras e se permitir um dia maravilhoso do Rhiannon, e sua ligação é incontestável.

IMG_1767

A partir dai, A não consegue mais navegar seus dias sem poder saber dela, vê-la, estar com ela, e decide depositar todas as suas fichas no sentimento que dividiram, revelando para Rhiannon toda a verdade sobre sua vida, e confiando que o amor os manterá juntos, apesar de tudo.

Rhiannon tem uma relação complicada com Justin, o namorado, e após descobrir sobre A, tudo se complica ainda mais. Apesar de A não entender o que poderia ser tão importante para mantê-la apegada a uma relação com alguém que não a valoriza como ela merece, Rhiannon jura que há algo muito especial entre eles, e que A jamais poderia entender.

Nesse aspecto, fica em aberto a verdadeira natureza da relação de Rhiannon e Justin, pois no livro temos apenas o ponto de vista de A, e os momentos de Rhiannon longe de A ficam em off. Para desvendar esse mistério e muitos outros com relação a vida de Rhiannon, é preciso ler o livro que dá sequência a TODO DIA, e que conta a mesma história, mas do ponto de vista da heroína. OUTRO DIA se torna assim, leitura essencial para complementar o entendimento da trama, e já está na minha lista de compras para julho.

TODO DIA realmente é totalmente focado no fenômeno imaginativo que é a existência de A.

Cada capítulo conta como um dia, enumerados conforme a quantidade de dias da vida de A, assim denominada por não ter um gênero, afinal, o corpo em que habita varia diariamente, e a questão do gênero nunca é um fator muito relevante, dado que a forma de pensar e agir de A é totalmente separada de sua aparência; trata-se de um individuo totalmente consciente e único, que apenas não possui um corpo fixo o qual habita.

Por muitos momentos, lemos sobre a reflexão de A com relação ao dia que está tendo, vivendo na realidade de determinada pessoa, e também sobre suas memórias sobre experiências similares. O aspecto mais interessante do livro sem dúvida, é o fato de que não há realidade que A não tenha vivido, e por isso mesmo sua própria habilidade de não só adaptar-se, mas também de permanecer neutro com relação a julgamentos é comparável a de um monge de 100 anos. A está completamente resignado com relação a sua vida, e amadurecido muito além de seus 16 anos pela forma como teve que sobreviver. 

IMG_1768

Lemos sobre A quando estava no corpo de uma menina cega, ou de um garoto enormemente obeso, e em todas as descrições, o autor consegue não só reconhecer aquilo que nos aproxima como seres humanos – apesar do novo corpo de A evidenciar para a maioria das pessoas exatamente o posto, aquilo que nos difere e afasta; como também é capaz de manter a neutralidade em suas observações com relação a vida, aprofundando momentos reflexivos que colocam em A lentes cálidas e sensíveis para enxergar o mundo.

Há um sensibilidade muito humana em suas descrições e reflexões pessoais, que mais do que tudo nesse livro, comovem e garantem uma leitura riquíssima.

O desafio maior aqui, é compreender como Rhiannon será capaz de amar uma pessoa que muda de cara todos os dias, que se muda para longe ou perto sem ter poder de escolha, e que jamais poderá participar de forma normal de sua vida.

Há conversas entre os dois personagens centrais que implicam essa crise existencialista, destinada a encontrar barreiras intransponíveis para dois adolescentes. Para Rhiannon, como aceitar aquela realidade, conviver com a incerteza e manter o segredo para sempre? E para A, como fazer Rhiannon amar incondicionalmente, sem se incomodar com a aparência volátil e demais infinitas possibilidades e empecilhos?

Em determinado momento, A se pergunta se não seria justo que sua vida também tivesse o direito de ter o que é normal, de poder viver algo mais seguro, como todas as outras pessoas. E imagino que esse questionamento, esse momento de determinação de valores, do que é certo ou não fazer com a vida de uma pessoa que você controla por apenas um dia, seria justo. Na condição de “eterno convidado”, seria totalmente plausível que com a presença do amor verdadeiro, A quisesse também poder viver essa realidade da forma mais confortável para ambos.

Porém é no momento da reflexão que a realidade nos confronta. A realidade de que o mundo simplesmente não é um lugar justo. Que cada pessoa tem sua cruz para carregar, e que é inútil questionar o porque de todas as coisas, e que faz parte da jornada de iluminação e amadurecimento passar pelas atribulações da vida, dentro de nossas possibilidades, e lutar todos os dias por dias melhores. 

TODO DIA é um romance altamente comovente, incrivelmente inteligente e criativo, intrigante do começo ao fim, e que sem querer dar spoiler, ao final, deixa muito espaço para uma sequência. Há muitas perguntas sem respostas, incluindo uma sobre um vilão nada usual que aparece de repente, e some com a mesma eficiência. #intrigada

Uma bela história de amor entre uma menina que precisava se conectar para entender mais sobre si mesma, mas principalmente, sobre uma pessoa com coração enorme, que se permite experimentar um sentimento tão enorme e incrível como apenas um verdadeiro amor pode ser, e que abdica de si mesmo em nome da garota que ama.

Uma leitura envolvente, que merece cada minuto dedicado a ela. E para complementar, não deixaremos de assistir ao filme inspirado no filme, com estreia marcada para 05/07 no Brasil. #PartiuCineminha!


Gostou da resenha? Já leu o livro? Quer dividir sua opinião? Fique à vontade!

Obrigada pela visita e se inscreva!

modeloassinatura


Alba já recrutou os amigos, e juntos eles vão viver intensas aventuras em nome da arte de escrever! E você está convidado!

Sinopse e primeiros capítulos aqui!

elencodossonhosminhalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s