Resenha | Storm (Série Elemental Livro 1)

Olá!

Esse post faz parte das minhas leituras de AGOSTO 2018.

storm-brigid-kemmerer-resenha-elemental

Continue lendo para conferir a resenha completa!

STORM (TEMPESTADE) – Brigid Kemmerer

Título original: STORM, 2012.
Versão lida: Em INGLÊS, versão e-book Kindle. (Até onde pude pesquisar, não há versão traduzida para o português à venda.)

Esse livro é o volume número 1 da saga Elemental (traduz-se como Elementar).

A autora

18853SK1492490903GHá poucas informações sobre Brigid Kemmerer online. Sabe-se que ela é de Nebraska nos EUA, e mora em Maryland com o marido e quatro filhos.

Seu romance AOS PERDIDOS, COM AMOR é o primeiro lançado em português no Brasil, e é o livro que antecede MORE THAN WE CAN TELL. Ela escreveu também THICKER THAN WATER, 2015, um romance paranormal New Adult, e a série ELEMENTAL, 2012, que conta com cinco livros e três contos. A série também fala de elementos paranormais e romance.

O livro

Desde que seu ex-namorado espalhou mentiras a seu respeito, Becca Chandler subitamente se tornou muito desejada, mas pelos caras errados. Então ela salva Chris Merrick de levar uma surra no estacionamento da escola. Chris é diferente. Bem diferente: Ele pode controlar a água – assim como seus irmãos podem controlar o fogo, o ar e a terra. Eles são poderosos. Perigosos. Foram marcados para morrer. E agora que sabe da verdade, Becca também. 

Quando Hunter, o misterioso garoto novo na cidade, parece ter um talento para estar no lugar errado na hora certa, Becca pensa que pode confiar nele. Mas Hunter bate de frente com Chris, e Becca reflete sobre quem estaria escondendo o segredo mais perigoso… 

Os irmãos Merrick podem controlar os elementos. O mais novo deles, Chris, pode controlar a água.

A série ELEMENTALS (Elementar), infelizmente sem tradução para o português, começa com o livro Storm (Tempestade), que nos apresenta ao mundo dos irmãos Merrick e cia. Nesse mundo, algumas pessoas nascem com habilidades sobrenaturais que as conectam aos elementos da natureza, fazendo com que cada indivíduo tenha afinidades e poderes incríveis, conectados ao elemento que os rege. São os chamados ELEMENTAIS. 

Chris Merrick, o mais novo dos quatro irmãos, pode controlar as partículas que compõe a água, sentir o elemento como se fosse uma força real, algo que conversa com ele, se comunica, o ajuda e o orienta. Ele retira forças da água, se torna mais forte, mais ágil, mais esperto. Pode controlar a chuva, resfriar ou esquentar a temperatura da água a sua volta, orientar as marés e vaporizar a umidade presente no ar, e até em sua pele. E tudo isso sem ter sido completamente treinado, ou ter seu talento como Elemental totalmente desenvolvido.

storm-brigid-kemmerer-resenha-elemental-livro1

Chris e os três irmãos dividem o espaço em sua casa, cada um conectado com um dos elementos de forma magnífica, fora da curva. A comunidade de Elementais da cidade vive em constante medo de que suas habilidades excepcionais possam causar problemas, trazer mais dor e sofrimento para a cidade, além do que já supostamente causaram no passado.

Durante a infância, os garotos perderam os pais num incêndio, e desde então vivem sob a guarda do mais velho, Michael, sempre preocupados com a imposição do sistema social em separá-los para viver com famílias adotivas pelo país. Mas Michael abriu mão de tudo para terminar de criar Chris e os gêmeos, Nick e Gabriel; e não vai desistir tão facilmente. Suas habilidades sobrenaturais os mantém unidos, porém distantes do resto do mundo, dado que precisam ter cuidado com aqueles que não tem conhecimento de seus poderes, ao mesmo tempo convivendo com a rejeição de sua própria comunidade de Elementais que, menos poderosos, se sentem constantemente ameaçados.

Entra em ação Becca.

Becca teve seu nome transformado em lama pelo ex-namorado na escola, e agora sente que precisa se tornar praticamente invisível para conseguir sobreviver a um novo ano letivo. Ao deixar a escola mais tarde um dia, após uma aula de autodefesa que em nada acrescentou, Becca testemunha uma briga entre dois caras que ela conhece como criadores de problemas na cidade, e um garoto com quem Becca nunca falou, mas que reconhece como um dos colegas de classe numa das aulas.

Afim de impedir que o garoto seja morto pelos bullies que o atacam, Becca avança com o carro para cima deles, e no meio da confusão acaba salvando Chris, que não entende por que ela se arriscaria tanto, mas aceita uma carona até em casa.

Acontece que os bullies que atacavam Chris sabiam exatamente quem ele era, aliás, eles juntamente com os irmãos Merrick cresceram juntos na comunidade, sempre brigando e gerando problemas para os Elementais da cidade. Os quatro irmãos eram perseguidos por seu potencial destruidor, e os bullies, apesar de Elementais, possuíam poderes muito inferiores, e traumas de infância que em suas cabeças, justificavam a contínua violência contra os Merrcik. 

Mas Chris não costumava participar de brigas, e seus irmãos se surpreenderam ao descobrir que não só ele havia se tornado o novo alvo principal, como também estavam convencidos de que Becca fazia parte da comunidade que desejava entregá-los para os GuiasElementais do quinto elemento, o espírito, que são treinados para manter a ordem e até mesmo exterminar Elementais que se tornam muito perigosos. 

Becca não sabe de nada sobre esse mundo, é claro, mas a forte ligação entre ela e Chris faz com que ele seja honesto com ela sobre tudo, o que a deixa envolvida nessa confusão até o pescoço.

É aí que entra Hunter, o outro cara.

Esse triângulo amoroso cercado de poderes sobrenaturais me lembrou a saga Crepúsculo de imediato, e durante todo o livro fiquei torcendo para que a trama não caísse nos mesmos padrões e armadilhas literárias pelas quais a saga dos vampiros e lobos caiu. Meu desejo se tornou realidade.

Hunter é o novo garoto na cidade, e de imediato mostra interesse por Becca, que por causa de suas recentes experiências traumáticas, está desesperada por alguém em quem possa realmente confiar. Hunter se mostra sensível e charmoso, determinado a protegê-la dos recentes perigos que parecem cercá-la por todos os lados. Becca se sente melhor com ele por perto.

chapter 1 storm brigid kemmerer storm capítulo 1 resenha

Mas fica bem claro para Hunter, desde o início, que é a presença de Chris na vida de Becca que está causando todos os seus problemas, e ela nunca estaria segura enquanto continuasse a manter uma “amizade” com ele.

Durante toda a trama há momentos românticos, diálogos honestos e bem estruturados; mas com certeza o melhor desse livro está na ação. Por causa dos perigos, e dos elementos sobrenaturais, as cenas de aventura e ação se tornam não apenas chave para desvendar o mistério que cerca os irmãos Merrick, mas também para dar sabor à história dos Elementais.

Se meu medo era que a saga caísse na mesmice, revivendo os eternos clichês de sagas como Crepúsculo e similares, esse medo foi facilmente colocado para escanteio após a leitura do primeiro livro da série Elemental.

Trata-se de uma história completa, cheia de segredos que são revelados a doses homeopáticas, sempre costurando a trama com cuidado e paciência.

A autora sabia que teria muito tempo para revelar tudo sobre os Merrick e seu mundo Elemental, ao longo dos cinco livros e três novelas que compõe a saga; e não há pressa, tão pouco preguiça. Por causa da apresentação de vários personagens, a trama se torna rica e diversificada, de vez quando circulando de volta para o centro do mistério, revelando pequenos detalhes para aos poucos montar o quebra-cabeças.

Gostei muito da pegada realista da trama, ainda que o elemento sobrenatural esteja completamente presente em praticamente todas as páginas; a autora soube aproveitar os dois lados da moeda de forma muito interessante, se utilizando de um equilíbrio invejável – do ponto de vista de uma escritora. 

Chris e Becca (e Hunter) são apenas a ponta do iceberg para quem quer desvendar todos os segredos que cercam os Elementais, e essa é a melhor parte. Não há nada como descobrir uma nova série, e saber que vai se apaixonar por cada livro, cada novo personagem, cada nova descoberta. #Delicinha

A resenha para o livro 2 da série já está no forno, e deve sair logo depois dessa, então fique de olho!


Obrigada pela visita!

modeloassinatura


Linda e seus amigos vão começar um jogo de verdade e desafio diferente, no campus de uma mega universidade!

Conheça a sinopse e os primeiros capítulos desse divertido romance.

dreamcastjogodeamoremeleonor

Anúncios

Um comentário sobre “Resenha | Storm (Série Elemental Livro 1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s