Resenha | Spark (Série Elemental Livro 2)

Olá!

Esse post faz parte das minhas leituras de AGOSTO 2018.

spark brigid kemmerer storm elemental elementais resenha

Continue lendo para conferir a resenha completa!


SPARK (FAÍSCA) – Brigid Kemmerer

Título original: SPARK, 2012.
Versão lida: Em INGLÊS, versão e-book Kindle. (Até onde pude pesquisar, não há versão traduzida para o português à venda.)

Esse livro é o volume número 2 da saga Elemental (traduz-se como Elementar).

A autora

18853SK1492490903G

Há poucas informações sobre Brigid Kemmerer online. Sabe-se que ela é de Nebraska nos EUA, e mora em Maryland com o marido e quatro filhos.

Seu romance AOS PERDIDOS, COM AMOR é o primeiro lançado em português no Brasil, e é o livro que antecede MORE THAN WE CAN TELL. Ela escreveu também THICKER THAN WATER, 2015, um romance paranormal New Adult, e a série ELEMENTAL, 2012, que conta com cinco livros e três contos. A série também fala de elementos paranormais e romance.

O livro

Gabriel Merrick gosta de brincar com fogo. Literalmente. Às vezes ele pode até controlá-lo, e às vezes não.

Gabriel sempre pôde depender de seus irmãos, especialmente seu gêmeo, Nick. Mas um incendiário começa a criar confusão em sua cidade, e todos os sinais apontam para Gabriel. Só que ele não é o culpado.

Ninguém parece acreditar nele, exceto uma tímida menina do segundo ano chamada Layne, inteligente e sempre vestida em jeans e camisas de gola rolê, o deixa muito confuso. Layne entende de problemas familiares e de segredos. Ela tem alguns também.

Gabriel não pode deixar que ela descubra sobre ele e seus irmãos, sobre suas habilidades, e sobre os perigos que os perseguem. Mas há riscos que ele não pode deixar de correr.

O pavio foi aceso…

Os irmãos Merrick podem controlar os elementos. Gabriel tem uma forte afinidade com o fogo.

Antes de ler essa resenha, te aconselho a ler a resenha do primeiro livro da série, STORM. Nela o mundo dos irmãos Merrick e dos Elementais é apresentado em detalhes, introduzindo melhor o que está por vir.

Porém, não posso deixar de comentar em termos gerais do que se trata a série, para refrescar a memória.

Os irmãos Merrick, Michael – o mais velho – Nick e Gabriel – os gêmeos – e Chris – o mais novo, fazem parte de um mundo no qual algumas pessoas nascem com dons muito especiais, onde possuem grande afinidade com um dos elementos da natureza, – água, fogo, ar, terra e espírito – dons esses que podem desenvolver para eventualmente serem capazes de controlar completamente o elemento, e retirar dele forças para fazer coisas extraordinárias.

resenha spark brigid kemmerer

Há também nesse mundo os Guias, que são os Elementais do Espírito, treinados desde a infância para eliminar Elementais muito poderosos que causem problemas, desastres, mortes, etc.

Pois bem, no primeiro livro da série, STORM, conhecemos a trama, e vemos o mundo através dos olhos de Chris, o mais novo dos Merrick, um Elemental da Água. Nesse livro, o segundo da série, passamos a conhecer o mundo através dos olhos de Gabriel, um dos gêmeos, e Elemental do Fogo.

Gabriel é apresentado no primeiro livro como uma personalidade forte, agressiva, cheia de potencial para destruição; mas no fundo um bom garoto que se sente isolado dos irmãos por não ter tanto controle sobre seu elemento quanto eles parecem ter.

Ao contrário da água, do ar e da terra que nos cercam a todo momento, o fogo não pode ser gerado por Gabriel do nada, ou pelo menos ainda não. Ele precisa retirar energia do calor do sol para se tornar mais forte, e carrega sempre consigo um isqueiro – ou acendedor – para poder manipular a chama quando quiser.

Gabriel porém sente que seu dom poderia ser muito melhor, mais importante, mais útil. Temos um gostinho do que ele pode realmente fazer no livro 1, mas nada comparado ao que está por vir em SPARK. 

Hunter, um personagem apresentado ainda no primeiro livro, se tornou figurinha repetida na casa dos Merrick, apesar de ainda não demonstrar total confiança neles. Hunter é um Elemental do Espírito, ou um Quinto como chamam os Elementais do quinto elemento, aquele que é capaz de, em seu mais alto nível de conhecimento, controlar e ter afinidade com todos os elementos, servindo de link entre os quatro Elementais e formando com eles o círculo perfeito para aumentar sua força.

Quando um Quinto está presente e se dispõe a ajudar, um Elemental jovem é capaz de explorar muito mais o seu elemento, e é exatamente isso que Gabriel descobre quando decide entrar num incêndio numa casa de família para salvar a pessoa presa lá dentro, contando é claro com a ajuda de Hunter para não apenas ser mais forte e dominar melhor o fogo, mas também conseguir entrar e sair sem ser reconhecido ou flagrado pelos bombeiros.

Após salvar uma criança presa na casa em chamas e ser chamado pelos jornais de herói anônimo, Gabriel decide que sua amizade/sociedade com Hunter pode gerar frutos positivos, e decidem juntos continuar a missão.

spark brigid kemmerer resenha

Enquanto isso na escola, Gabriel não vai muito bem. Nick, seu irmão gêmeo idêntico, costumava fazer suas lições de matemática e tomar seu lugar durante as provas, para que ele não precisasse se preocupar com as notas e pudesse focar seu talento nos esportes de contato que o mantinham ativo e focado.

Só que sua relação com o gêmeo, uma vez tão conectada e profunda, passa por momentos delicados, e em meio a brigas e desconfiança, Gabriel não sente que pode mais contar com os irmãos, principalmente com Nick. Agora ele precisa passar em matemática sozinho, mas será que será capaz?

Conhecemos Layne.

Layne se senta ao lado de Gabriel Merrick na aula de matemática, e sempre soube que ele passava com boas notas, até que de repente ele não parece mais capaz de resolver os mais simples dos exercícios.

Layne tem facilidade com a matéria, mas sua personalidade quieta e calada não permite que ela se faça muito presente, apesar de ter pouca ou quase nenhuma tolerância para bobagens e mentiras, o que Gabriel percebe logo em sua primeira interação.

A menina consegue passar desapercebida pelos corredores da escola com facilidade, só que agora que seu irmão surdo, Simon, entrou para o colégio também, os outros garotos parecem determinados a tornar a vida de Layne e de Simon um inferno.

Percebendo a necessidade de sua ajuda com matemática, Layne oferece aulas de reforço para Gabriel, que aceita relutantemente. Mas Gabriel não consegue ignorar os bullies que parecem decididos a maltratar Simon, e decide resolver as coisas ele mesmo. Só para então descobrir que Layne também tem zero tolerância para violência; não importa o quanto Gabriel seja lindo ou quanta atenção ele receba das garotas na escola.

A partir daí o que recebemos durante todo  livro é uma exploração da vida familiar de Layne e de Gabriel, sempre  cruzando suas histórias com os incêndios que parecem estar aparecendo com cada vez mais frequência na cidade, constantemente ameaçando a vida dos residentes atacados.

Gabriel suspeita que algum Elemental ou Guia esteja por trás dos ataques, e pretende continuar, juntamente com Hunter, a ajudar as pessoas vitimadas, adentrando o fogo como ninguém. Porém todos parecem deduzir que Gabriel está na verdade mais envolvido com os ataques do que deveria, e uma rede de mentiras e brigas começa a se revelar.

Percebo que a série Elementals (Elementais) está profundamente permeada por uma violência que quer se passar por “normal” no ambiente onde circula, mas apesar de chagar muito perto de conseguir se disfarçar de normalidade, acaba sempre deixando nas páginas vestígios de dor e sofrimento que impedem que o leitor se torne alheio ao fator violento.

Desde o livro 1, Gabriel se mostra como a personalidade mais forte do grupo, – o que combina muito com seu elemento – mas não ao ponto de se tornar clichê. Ele tem dores e traumas que carrega consigo, e suas tentativas de ajudar muitas vezes são guiadas pela culpa, o que acaba retirando um pouco da racionalidade de seus pensamentos.

E esse é o fator chave para tentar compreender Gabriel e suas atitudes com relação aos irmãos.

É um pouco frustrante pensar que uma simples conversa honesta entre os quatro rapazes poderia resolver 99% dos problemas que ele enfrentam, dentro e fora de casa; mas quando se coloca em perspectiva a realidade emocional de cada um deles, informada pelos traumas e perdas ainda recentes, além do fato de serem apenas jovens de 16, 17 e 22 anos, vivendo juntos e cuidando uns dos outros sem a menos ajuda de quem quer que seja, navegando perigos que os perseguem a todo momento enquanto desenvolvem suas incríveis habilidades, as quais geram os próprios perigos pelos quais eles são constantemente perseguidos; é possível compreender por que essa simples conversa acaba se tornando um enorme desafio.

O fator perigo, suas vidas sendo ameaçadas por causa de seu potencial arrasador… Não é a toa que Gabriel e seus irmãos tem problemas para navegar a normalidade do dia a dia sem inferir uma ou outra forma de violência em suas interações, ainda que no fim das contas eles acabem deixando os laços familiares uni-los novamente.

A história de amor que se desenvolve entre Gabriel e Layne, apesar de permeada por toda essa tenção e perigo, floresce de forma muito doce, delicada, cuidadosa. Cada conversa, cada interação entre eles parece sempre se segurar por um fio, e quando eles finalmente reconhecem que há ali algo forte e verdadeiro que poderiam viver juntos, recebemos de presente da autora momentos românticos e açucarados, dignos das mais melosas histórias de amor da literatura.

Um contrapeso muito bem-vindo à trama, com toda certeza.

O que estou curtindo mais até agora com essa série, além das cenas de ação bem construídas que já mencionei com mais detalhes na minha RESENHA DO LIVRO 1 STORM, é na verdade o crescimento emocional de cada um dos personagens centrais. Aos poucos, com muita calma, a trama está desenvolvendo cada personalidade com cuidado, agregando aqui e ali um pouco mais para cada um deles, é claro, focando no crescimento do personagem central (ou personagens centrais, no caso dos casais) de cada livro, mas sem jamais deixar de estender esses momentos a todos os envolvidos, de diferentes formas e com diferentes intensidades.

Sigo com a leitura do terceiro romance da série, SPIRIT, que promete revelar ainda mais sobre esse mundo tão rico criado pela autora.

Siga o blog para não perder as próximas resenhas!


Obrigada pela visita e volte sempre!

modeloassinatura


Alba quer cumprir uma lista de aventuras, e para isso convocou os amigos. E você também está convidado!

Sinopse e link aqui!

elencodossonhosminhalista

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s